Atendimento ao Cliente para Hotéis

O atendimento ao cliente para hotéis se dá antes, durante e após a hospedagem do cliente. E é por isso ele não resume-se apenas ao tratamento ocorrido no check-in e check-out. 

Existe uma série de fatores que determinam uma avaliação positiva do cliente para com seu hotel, questões essas que influenciam diretamente na decisão de volta e recomendação à outras pessoas.

Hoje viemos te contar qual é o segredo dos hotéis mais requisitados do Brasil, e como eles alcançaram essa fama só por se atentar ao atendimento ao cliente

Então se você quer aumentar significamente a quantidade de reservas do seu hotel e receber muitas avaliações e recomendações, leia este artigo.

O que é atendimento ao cliente para hotéis?

Pense em todo suporte oferecido aos hóspedes, mesmo que ele ocorra antes, durante ou após sua estadia, sim, isso tudo corresponde ao pacote denominado serviço de atendimento ao cliente para hotéis.

E é nisso que você deve investir se quiser alcançar o nível dos hotéis que estão com suas agendas lotadas de hóspedes.

 

Atendimento ao cliente: Suporte inicial

Atualmente é possível acessar informações do seu hotel de diversas maneiras, assim como um comentário positivo pode estar evidente, pode ser que também seja o contrário. Então se atentar em garantir que seus pontos positivos sejam visível é fundamental para seu sucesso como empresa de hotelaria.

Disponha toda e qualquer informação que seu cliente possa precisar. Faça uma análise de perfil e veja quais são as características mais predominantes em seu cliente. Ele é uma pessoa que está na cidade para trabalho? É um grupo familiar de férias? Assim você saberá exatamente o que oferecer ao seu hóspede. Junto com isso:

 

  • Tenha um site;
  • Crie vários canais de comunicação (WhatsApp, telefone, ouvidoria, e-mail);
  • Disponibilize uma área de perguntas e respostas mais comuns tidas pelos clientes;
  • Alise possíveis queixas em sites de reclamações como o Reclame Aqui, e as resolva;
  • Veja se a instalação está funcionando completamente;

 

Atendimento ao cliente: Suporte na hospedagem

Cada pessoa é única e personalizar o atendimento é uma das principais características que agrega valor no atendimento ao cliente e conta pontos positivos para seu hotel. 

Por que não escrever uma carta desejando boas-vindas, entregar um roteiro com os melhores restaurantes e locais turísticos, ou até mesmo disponibilizar gratuitamente um chocolate, um dia de spa. Pode ser qualquer coisa, desde mais simples como mais complexa.

  • Torne a experiência de hospedagem no seu hotel exclusiva, com personalização;
  • Esteja pronto para resolver problemas de forma ágil;
  • Treine sua equipe para agir conforme os valores que você tem em seu estabelecimento;
  • Mapeie quais são as solicitações mais realizadas pelos clientes e facilite o processo de resolução.

Atendimento ao cliente: Suporte pós hospedagem

Pouca utilizada como estratégia de atendimento ao cliente para hotéis, dar suporte mesmo quando o cliente já realizou o check-out é outra forma de se destacar diante de vários empreendimentos do ramo.

  • Encaminhe por e-mail uma mensagem de agradecimento por cliente escolher seu hotel;
  • Disponibilize desconto ou outras vantagens para uma nova estadia;
  • Envie um questionário para que ele possa dar um feedback.

Certamente você chegou aqui achando que encontraria a fórmula mágica para destacar seu hotel, e consequentemente atrair novos clientes. Acontece que o seu único objetivo deve ser: cativar o cliente.

Apesar de parecer simples, agradar a todos é uma circunstância bastante desafiadora. Se atente em qual parte desses três processos citados você como empresa pode melhorar. Os resultados mudarão significadamente. 

E não se esqueça: ter um serviço de atendimento ao cliente com excelência é a chave dos grandes hotéis do Brasil.

Onde instalar o gás de cozinha no Hotel

De acordo com estatísticas do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de GLP, o Gás Liquefeito de Petróleo, mais conhecido como gás de cozinha, é a energia que garante o preparo de refeições nos lares de 95% das famílias brasileiras, presente em milhares de residências no território nacional. 

Na verdade, o gás de cozinha é um dos combustíveis mais versáteis disponíveis, por isso, além de estar nas cozinhas, ele vem sendo cada vez mais utilizado no comércio e na indústria.

Porém, antes de decidir utilizar o gás de cozinha em seu negócio, é preciso considerar a instalação do mesmo, será que terá espaço adequado?

Então, a instalação do gás de cozinha deve ser levada muito a sério,  é um dos pontos mais relevantes para bares, pizzarias e restaurantes  que pensam no abastecimento a granel. 

Assim, questões como adequação do espaço, interferência na planta ou na fachada e obediência às normas técnicas devem ser levadas em consideração. Então, afinal, onde instalar o gás de cozinha no seu estabelecimento?

Gás de cozinha para estabelecimentos comerciais

Então, para que possa utilizar o gás de cozinha em seu bar, restaurante,  padaria, pizzaria, enfim, o projeto de instalação precisa seguir as normas técnicas – Corpo de Bombeiros Estadual e ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – e ser adequado ao espaço disponível. 

Por isso, é fundamental que , antes de fechar com algum fornecedor (que deve ser muito bem escolhido), o mesmo visite o estabelecimento para ver se a instalação é viável, além de estar presente durante todo o processo, testando e regulando adequadamente os equipamentos, até a liberação, finalmente para o uso do gás de cozinha.

Ou seja, é fundamental escolher muito bem o fornecedor do gás de cozinha, pois caberá a ele fazer um projeto de instalação específico, assinado por um responsável técnico, de acordo com o seu espaço, sua planta e seu perfil de uso e, conforme dito anteriormente, essa instalação deve seguir as normas de segurança para liberação de uso, incluindo os testes e regulagens de equipamentos.

E atenção,  toda a parte de montagem e manutenção das instalações de centrais e tubulações para o gás de cozinha devem ser realizadas apenas por profissionais qualificados do próprio fornecedor. 

Normas de instalação de Gás de Cozinha

Vale saber que as principais normas técnicas que deve conhecer são as do Corpo de Bombeiros Estadual e as da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. E mais, a área destinada para a central deve constar na planta baixa do projeto de instalação, sempre considerando a planta do seu imóvel e a localização da cozinha.

É proibido instalar recipientes em locais confinados, como garagens subterrâneas, porões, e forros, entre outros, ou seja, o gás de cozinha deve ficar no exterior das edificações, em locais bem ventilados e protegidos dos raios solares, ventos e chuvas  e, certamente, deve ser um local que possibilite fazer todo o reabastecimento sem interromper a alimentação do gás de cozinha aos equipamentos de utilização.

Vale apostar em um bom fornecedor de gás de cozinha para poder contar com uma consultoria especializada, a qual possa garantir o abastecimento contínuo, a qualidade do gás fornecido para seu bar ou restaurante e as manutenções técnicas necessárias para manter tudo funcionando muito bem e sem surpresas. 

Dessa forma, a localização de seu gás de cozinha vai depender da sua planta e do seu projeto arquitetônico. 

Ele pode ficar nos fundos, na lateral ou na frente do imóvel, sempre contando com tubulações seguras, aparentes ou não. 

As possibilidades são muitas, por exemplo, muitos estabelecimentos preferem instalar a central na laje, por isso, a importância de contar com bons profissionais para que o projeto saia de acordo com a necessidade de seu negócio. 

Porque optar por fornos à gás de cozinha

Os fornos costumam ser o coração da cozinha, aliás, muitas receitas dependem diretamente de sua qualidade. 

São equipamentos presentes na maioria dos restaurantes e, como já foi dito, a eficiência energética pode fazer uma diferença imensa na sua produtividade e no lucro do seu negócio. 

Muitos comerciantes ainda não se deram conta, mas um bom forno a gás de cozinha pode ser a melhor escolha para unir eficiência e economia na cozinha de um estabelecimento. 

Os fornos à gás de cozinha são até 50% mais econômicos que os fornos elétricos, além de muito mais sustentáveis. 

E mais, o forno a gás de cozinha não deixa ninguém na mão, e isso porque o abastecimento de gás de cozinha a granel é contínuo.