Onde instalar o gás de cozinha no Hotel

De acordo com estatísticas do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de GLP, o Gás Liquefeito de Petróleo, mais conhecido como gás de cozinha, é a energia que garante o preparo de refeições nos lares de 95% das famílias brasileiras, presente em milhares de residências no território nacional. 

Na verdade, o gás de cozinha é um dos combustíveis mais versáteis disponíveis, por isso, além de estar nas cozinhas, ele vem sendo cada vez mais utilizado no comércio e na indústria.

Porém, antes de decidir utilizar o gás de cozinha em seu negócio, é preciso considerar a instalação do mesmo, será que terá espaço adequado?

Então, a instalação do gás de cozinha deve ser levada muito a sério,  é um dos pontos mais relevantes para bares, pizzarias e restaurantes  que pensam no abastecimento a granel. 

Assim, questões como adequação do espaço, interferência na planta ou na fachada e obediência às normas técnicas devem ser levadas em consideração. Então, afinal, onde instalar o gás de cozinha no seu estabelecimento?

Gás de cozinha para estabelecimentos comerciais

Então, para que possa utilizar o gás de cozinha em seu bar, restaurante,  padaria tradicionais, padarias de pão de fermentação natural, locais de curso de panificação, pizzarias, enfim, o projeto de instalação precisa seguir as normas técnicas – Corpo de Bombeiros Estadual e ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas – e ser adequado ao espaço disponível. 

Por isso, é fundamental que , antes de fechar com algum fornecedor (que deve ser muito bem escolhido), o mesmo visite o estabelecimento para ver se a instalação é viável, além de estar presente durante todo o processo, testando e regulando adequadamente os equipamentos, até a liberação, finalmente para o uso do gás de cozinha.

Ou seja, é fundamental escolher muito bem o fornecedor do gás de cozinha, pois caberá a ele fazer um projeto de instalação específico, assinado por um responsável técnico, de acordo com o seu espaço, sua planta e seu perfil de uso e, conforme dito anteriormente, essa instalação deve seguir as normas de segurança para liberação de uso, incluindo os testes e regulagens de equipamentos.

E atenção,  toda a parte de montagem e manutenção das instalações de centrais e tubulações para o gás de cozinha devem ser realizadas apenas por profissionais qualificados do próprio fornecedor. 

Normas de instalação de Gás de Cozinha

Vale saber que as principais normas técnicas que deve conhecer são as do Corpo de Bombeiros Estadual e as da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. E mais, a área destinada para a central deve constar na planta baixa do projeto de instalação, sempre considerando a planta do seu imóvel e a localização da cozinha.

É proibido instalar recipientes em locais confinados, como garagens subterrâneas, porões, e forros, entre outros, ou seja, o gás de cozinha deve ficar no exterior das edificações, em locais bem ventilados e protegidos dos raios solares, ventos e chuvas  e, certamente, deve ser um local que possibilite fazer todo o reabastecimento sem interromper a alimentação do gás de cozinha aos equipamentos de utilização.

Vale apostar em um bom fornecedor de gás de cozinha para poder contar com uma consultoria especializada, a qual possa garantir o abastecimento contínuo, a qualidade do gás fornecido para seu bar ou restaurante e as manutenções técnicas necessárias para manter tudo funcionando muito bem e sem surpresas. 

Dessa forma, a localização de seu gás de cozinha vai depender da sua planta e do seu projeto arquitetônico. 

Ele pode ficar nos fundos, na lateral ou na frente do imóvel, sempre contando com tubulações seguras, aparentes ou não. 

As possibilidades são muitas, por exemplo, muitos estabelecimentos preferem instalar a central na laje, por isso, a importância de contar com bons profissionais para que o projeto saia de acordo com a necessidade de seu negócio. 

Porque optar por fornos à gás de cozinha

Os fornos costumam ser o coração da cozinha, aliás, muitas receitas dependem diretamente de sua qualidade. 

São equipamentos presentes na maioria dos restaurantes e, como já foi dito, a eficiência energética pode fazer uma diferença imensa na sua produtividade e no lucro do seu negócio. 

Muitos comerciantes ainda não se deram conta, mas um bom forno a gás de cozinha pode ser a melhor escolha para unir eficiência e economia na cozinha de um estabelecimento. 

Os fornos à gás de cozinha são até 50% mais econômicos que os fornos elétricos, além de muito mais sustentáveis. 

E mais, o forno a gás de cozinha não deixa ninguém na mão, e isso porque o abastecimento de gás de cozinha a granel é contínuo.